Robert Edward Crane (July 13, 1928 – June 29, 1978) was an American actor, drummer, radio host, and disc jockey. A drummer since eleven years of age, Crane began his career as a radio personality, first in New York and then Connecticut before moving to Los Angeles where he hosted the number-one rated morning show. In the early 1960s, he moved into acting. Crane is best known for his performance as Colonel Robert E. Hogan in the CBS sitcom Hogan's Heroes. The series aired from 1965 to 1971, and Crane received two Primetime Emmy Award nominations for his work on the series.

Property Value
dbo:abstract
  • Robert Edward Crane (July 13, 1928 – June 29, 1978) was an American actor, drummer, radio host, and disc jockey. A drummer since eleven years of age, Crane began his career as a radio personality, first in New York and then Connecticut before moving to Los Angeles where he hosted the number-one rated morning show. In the early 1960s, he moved into acting. Crane is best known for his performance as Colonel Robert E. Hogan in the CBS sitcom Hogan's Heroes. The series aired from 1965 to 1971, and Crane received two Primetime Emmy Award nominations for his work on the series. After Hogan's Heroes ended, Crane's career declined. He became frustrated with the few roles he was being offered and began doing dinner theater. In 1975, he returned to television in the NBC series The Bob Crane Show. The series received poor ratings and was cancelled after 13 weeks. Afterwards, Crane returned to performing in dinner theaters and also appeared in occasional guest spots on television. While on tour for his play Beginner's Luck in June 1978, Crane was found bludgeoned to death in his Scottsdale apartment, a murder that remains officially unsolved. (en)
  • Robert „Bob“ Edward Crane (* 13. Juli 1928 in Waterbury, Connecticut; † 29. Juni 1978 in Scottsdale, Arizona) war ein US-amerikanischer Schauspieler. Bekanntheit in Deutschland erlangte er mit der Hauptrolle in der Serie Ein Käfig voller Helden. (de)
  • Robert Edward Crane (13 juillet 1928 - 29 juin 1978) est un disc jockey et acteur américain. Il est connu pour avoir incarné de 1965 à 1971 le colonel Robert Hogan dans la série télévisée Papa Schultz sur M6 (baptisée Stalag 13 sur Canal+). Il fut nommé deux fois aux Emmy Awards pour son travail sur cette sitcom. (fr)
  • Bob Crane (13 de julio de 1928 – 29 de junio de 1978) fue un actor y disc jockey estadounidense, conocido principalmente por interpretar al Coronel Robert E. Hogan en la sitcom Hogan's Heroes entre 1965 y 1971. Además, su nombre se hizo notorio a causa de su asesinato, un crimen sin resolver. Su nombre completo era Robert Edward Crane, y nació en Waterbury, Connecticut. Dejó la high school en 1946 y se dedicó a tocar el tambor con orquestas de baile y con una orquesta sinfónica. Ese mismo año se alistó en las Fuerzas de Reserva del Ejército de los Estados Unidos, para las cuales trabajó como oficinista, siendo licenciado unos años más tarde. En 1949 se casó con Anne Terzian, a la que conoció en la high school, y con la que tuvo dos hijas, Deborah Ann y Karen Leslie. El matrimonio se separó un breve tiempo mediada la década de 1950. Tras reconciliarse tuvieron un hijo, Robert David Crane. Finalmente se divorciaron, y Crane se casó con Patricia Olsen, una actriz cuyo nombre artístico era Sigrid Valdis. Tuvieron un hijo, Robert Scott Crane, y adoptaron una niña, Ana Marie. (es)
  • Robert Edward Crane (Waterbury, 13 de julho de 1928 - Scottsdale, 29 de junho de 1978) foi um ator e comediante estadunidense, conhecido pelo papel do Colonel Robert E. Hogan na série Hogan's Heroes (Guerra, Sombra e Água fresca) de 1965-1971. Em 1970 casou-se com a atriz Sigrid Valdis (Patricia Olson). Bob Crane foi assassinado em 29 de junho de 1978, temática do livro The Murder of Bob Crane (1993) de Robert Graysmith e do filme Auto Focus (2003), realizado por Paul Schrader. Bob Crane nasceu em Waterbury, Connecticut - EUA, mas passou sua infância e adolescência em Stamford, Connecticut., onde se formou na "Stamford High School" (Stamford, Connecticut) em 1946. A música era importante para Crane, e ele começou a tocar bateria no em sua adolescência. Mais tarde, ele se envolveu em desfiles em sua escola de ensino médio e bandas de jazz, bem como na orquestra da escola. Bob Crane também participou da Orquestra Sinfónica de Connecticut e das Orquestras Sinfónicas de Norwalk, como parte do programa de orquestra de jovens.Em 21 de junho de 1948, Bob se alistou na Guarda Nacional e foi dispensado em 1 de maio de 1950. Em 1949, Crane se casou com sua namorada do colegial, chamada Anne Terzian, e eles tiveram três filhos: Robert David, Deborah Ann e Karen Leslie. Em 1950, Crane começou a sua carreira de locutor na rádio "WLEA" em Hornell, Nova York. Após um curto período de tempo ele se mudou para a rádio "WBIS" em Bristol, Connecticut , seguindo depois para a "WICC" em Bridgeport, Connecticut. Esta última rádio tinha uma potência de transmissão de 1.000 watts, com um sinal que cobria a região nordeste da região metropolitana de Nova York, onde permaneceu até 1956. Devido ao grande sucesso de Bob Crane como locutor, ele foi convidado por executivos da rede CBS de rádio para trabalhar em uma outra rádio do grupo na cidade de Los Angeles (Califórnia), com o objetivo de "alavancar" a audiência naquela região. Então Bob Crane se mudou com sua família para Califórnia com o objetivo de comandar o "Show da Manhã" na rádio "KNX". Crane comandou a transmissão com muito ânimo e energia, tendo no programa convidados como Marilyn Monroe, Frank Sinatra e Bob Hope. Seu programa matinal se tornou o número um em audiência, sendo um grande sucesso na região de Los Angeles. Crane então agiu com ambição, e usando alguns contatos, conseguiu fazer aparições na série "The Twilight Zone" (no Brasil = "Além da Imaginação") (sem créditos), Channing, Alfred Hitchcock Presents, e Teatro General Electric. Quando Carl Reiner apareceu em seu show, Crane o convenceu a reservar-lhe uma participação como convidado em "Dick Van Dyke Show", onde ele foi notado por Donna Reed, que sugeriu a ele para o papel de vizinho do "Dr. Dave Kelsey" em seu seriado de mesmo nome de 1963 até 1965. Em 1965 foi oferecido a Bob Crane o papel de protagonista em um piloto de comédia de televisão, "Hogan's Heroes". A série se tornou um sucesso e terminou no "Top Ten" em seu primeiro ano no ar, sendo vista posteriormente em vários países, inclusive no Brasil. A série durou seis temporadas, e Crane foi indicado para um "Prêmio Emmy" por duas vezes, em 1966 e 1967. Durante sua atuação na série, Bob Crane encontrou "Patricia Olsen", que fez o papel de "Hilda" sob o nome artístico "Sigrid Valdis". Se apaixonando por Patricia Olsen (Sigrid Valdis), Crane se divorciou de sua esposa de 20 anos e se casou com ela no set de filmagens da série no ano de 1970. Eles tiveram um filho, Scotty (Robert Scott), e adotaram uma filha chamada Ana Maria. Após o encerramento da última temporada de "Hogan's Heroes", em 1971, Crane ficou frustrado por não lhe oferecerem papéis de qualidade em novas produções. Crane apareceu em dois filmes da Disney, "Superdad" (1973) no papel-título e "Gus" (1976) em uma participação especial. Em 1973 Crane adquiriu os direitos do programa "Beginner's Luck", um programa que ele estrelou e dirigiu, fazendo shows em diversos locais dos Estados Unidos.A produção viajou por cinco anos, predominantemente em teatros jantares na Flórida, Califórnia, Texas, Havaí e Arizona. Durante os intervalos, Crane estrelou em uma série de programas de TV, incluindo "Police Woman", "Quincy", "ME" e "Love Boat". Os fãs de Bob Crane ligavam sua pessoa ao seu personagem da série "Hogan's Heroes", tendo uma ótima impressão a seu respeito, no entanto, nem todos sabiam da personalidade sombria que Bob Crane possuía, sendo um pervertido sexual, viciado em pornografia e em realizar orgias com várias mulheres, inclusive com sexo grupal, junto com amigos.Bob Crane não imaginava que esse seu comportamento "pervertido" o levaria à morte. Durante as filmagens de "Hogan's Heroes", o co-estrela Richard Dawson apresentou a Crane (um entusiasta da fotografia), John Henry Carpenter, um nativo americano com ascendência espanhola, que trabalhou com o departamento de vídeo na Sony Electronics e teve acesso a gravadores de vídeo em seu início, sendo um especialista no assunto. Carpenter realizava suporte técnico e orientações para personalidades de Hollywood, sobre equipamentos de gravação e sua operação. Foi assim que Bob Crane conheceu John Carpenter, e dessa amizade começou algo a mais. Carpenter ensinou a Bob Crane como realizar gravações em vídeo, sendo que Crane começou a gravar suas experiências sexuais desde então, e com a participação de John Carpenter. Ambos saiam junto "caçando" mulheres dispostas a participar de orgias e ao mesmo tempo, que permitissem que tudo fosse filmado. Bob Crane, ao longo de anos, colecionou uma pilha de filmes realizando atos sexuais com diversas mulheres, e em muitos, com a participação de John Carpenter. Bob Crane era "heterossexual", mas dizem que John Carpenter era "bissexual", desejando algo a mais de Bob Crane do que sua amizade, mas sem a reciprocidade de Crane. No dia 28/06/1978, Bob Crane estava com sua produção "Beginner's Luck" na cidade de Scottsdale - Arizona - EUA [Coordenadas GPS - Latitude / Longitude = 33°29'28.50"N, 111°55'34.10"W], com várias pessoas, entre elas John Henry Carpenter em um jantar no Windmill Dinner Theatre (atualmente é um nightclub chamado "The Buzz" [Coordenadas GPS - Latitude / Longitude = 33°34'48.27"N, 111°55'29.59"W]. Em um certo momento, Crane e Carpenter saíram juntos, sendo que Bob Crane disse à John Carpenter que não queria mais saber de sua amizade. Os motivos para isso não foram divulgados e permanecem em mistério. Cogita-se que Crane não estava gostando das insinuações de Carpenter sobre ele, e resolveu terminar a amizade. Após conversarem, Crane seguiu para seu apartamento no hotel Winfield (hoje Winfield Place Condominium) [Coordenadas GPS - Latitude / Longitude = 33°30'38.14"N, 111°55'14.09"W] e Carpenter para o seu em outro hotel. Às 14:00' do dia seguinte (29/06/1978), um dos membros do elenco, a atriz Victoria Berry, chegou ao apartamento de Crane para o que ela disse à polícia ser uma gravação de voz para uma cena da peça "Beginner's Luck". Berry inicialmente alegou que o seu relacionamento com Crane era apenas como "irmão-irmã", mas depois admitiu que tinha dormido com ele duas vezes).Depois de bater e não obtendo resposta, ela tentou abrir a porta, e descobriu que estava destrancada, e entrou no apartamento, onde encontrou o corpo de Crane.A parede inteira estava coberta de um lado para o outro com o sangue, ela disse à polícia.Crane estava enrolado em uma posição do feto, e ele tinha uma corda amarrada no pescoço. "Uma investigação forense mostra que o assassino tinha atingido Crane, que estava provavelmente dormindo, com pelo menos duas pancadas com poderosos golpes de algum instrumento contundente e, em seguida, depois que ele estava morto, firmemente amarrou um cabo de fio elétrico em volta de seu pescoço. Enquanto a polícia tinha inúmeros suspeitos, como possíveis amantes desprezadas e maridos ciumentos, chegando o número na casa dos três dígitos, eles rapidamente concentraram sua atenção em John Henry Carpenter.Ele havia deixado às pressas Scottsdale na noite anterior para Los Angeles, e de lá tinha telefonado para o apartamento de Crane duas vezes enquanto a polícia estava lá.Quando um detetive da polícia atendeu o telefone, Carpenter não perguntou onde ou como Crane estava ou por que o detetive estava lá.E a teoria sobre o possível assassino ser uma de suas amantes ficou em segundo plano após o médico Heinz Karnitschnig dizer que a força necessária para realizar os golpes fatais seria de uma pessoa muito forte, e portanto, presumivelmente do sexo masculino.A Polícia examinou o carro de aluguel que Carpenter tinha usado em Scottsdale no Arizona e encontrou pequenas manchas de sangue seco, do tipo B.Com seu estranho comportamento, e também devido a essa nova evidência, John Henry Carpenter passou a ser considerado o assassino de Bob Crane. Em 1978 o teste de DNA ainda não era possível, mas apesar disso a polícia continuou a suspeitar de Carpenter, embora sem provas adicionais para incriminá-lo.Em 1989, a ciência do DNA havia melhorado, e a polícia revisa a amostra de sangue que havia encontrado no carro alugado por Carpenter, e tentou ligá-lo a Crane, mas o teste foi inconclusivo. Finalmente, em 1992, os detetives que estavam investigando o caso, revendo fotos do carro de aluguel, perceberam um pequeno material no painel da porta, o que eles concluíram que seria parte de um cérebrohumano. A mancha em si não estava mais disponível, mas a promotoria encontrou especialistas dispostos a testemunhar que aquilo realmente era massa encefálica, e com isso, Carpenter foi indiciado pelo homicídio. No julgamento, os advogados de Carpenter disseram que em análise feita por seus especialistas contratados, não seria possível concluir que aquela imagem seria realmente partes de um cérebro ou não, pois era somente uma imagem, e não o material em si.A defesa argumentou também que o resto da prova da acusação, sendo o "clima tenso no jantar", como observado por uma garçonete e o comportamento de Carpenter no telefone tal como interpretado pelo detetive, não servia, pois eram apenas interpretações, não sendo provas contundentes, sendo que com isso o juri considerou Carpenter "Não Culpado", sendo solto.John Henry Carpenter morreu em 1998, ainda professando sua inocência, deixando esse crime como um dos mais misteriosos até os dias de hoje. Bob Crane morreu devido a traumatismo e hemorragia provocados por impacto de objeto desconhecido (teorias dizem que talvez fosse o tripé de uma câmera) com seu crânio, tendo sido assassinado. (pt)
dbo:activeYearsEndYear
  • 1950-01-01 (xsd:date)
dbo:activeYearsStartYear
  • 1950-01-01 (xsd:date)
dbo:birthDate
  • 1928-07-13 (xsd:date)
  • 1928-7-13
dbo:birthName
  • Robert Edward Crane (en)
dbo:birthPlace
dbo:birthYear
  • 1928-01-01 (xsd:date)
dbo:deathDate
  • 1978-06-29 (xsd:date)
  • 1978-6-29
dbo:deathPlace
dbo:deathYear
  • 1978-01-01 (xsd:date)
dbo:education
dbo:occupation
dbo:restingPlace
dbo:spouse
dbo:thumbnail
dbo:wikiPageExternalLink
dbo:wikiPageID
  • 146071 (xsd:integer)
dbo:wikiPageRevisionID
  • 740242710 (xsd:integer)
dbp:caption
  • Crane as Col. Hogan on Hogan's Heroes
dbp:children
  • 5 (xsd:integer)
dbp:deathCause
  • Homicide
dbp:nationality
  • American
dbp:wordnet_type
dct:description
  • Actor, disc jockey (en)
dct:subject
http://purl.org/linguistics/gold/hypernym
rdf:type
rdfs:comment
  • Robert „Bob“ Edward Crane (* 13. Juli 1928 in Waterbury, Connecticut; † 29. Juni 1978 in Scottsdale, Arizona) war ein US-amerikanischer Schauspieler. Bekanntheit in Deutschland erlangte er mit der Hauptrolle in der Serie Ein Käfig voller Helden. (de)
  • Robert Edward Crane (13 juillet 1928 - 29 juin 1978) est un disc jockey et acteur américain. Il est connu pour avoir incarné de 1965 à 1971 le colonel Robert Hogan dans la série télévisée Papa Schultz sur M6 (baptisée Stalag 13 sur Canal+). Il fut nommé deux fois aux Emmy Awards pour son travail sur cette sitcom. (fr)
  • Robert Edward Crane (July 13, 1928 – June 29, 1978) was an American actor, drummer, radio host, and disc jockey. A drummer since eleven years of age, Crane began his career as a radio personality, first in New York and then Connecticut before moving to Los Angeles where he hosted the number-one rated morning show. In the early 1960s, he moved into acting. Crane is best known for his performance as Colonel Robert E. Hogan in the CBS sitcom Hogan's Heroes. The series aired from 1965 to 1971, and Crane received two Primetime Emmy Award nominations for his work on the series. (en)
  • Bob Crane (13 de julio de 1928 – 29 de junio de 1978) fue un actor y disc jockey estadounidense, conocido principalmente por interpretar al Coronel Robert E. Hogan en la sitcom Hogan's Heroes entre 1965 y 1971. Además, su nombre se hizo notorio a causa de su asesinato, un crimen sin resolver. (es)
  • Robert Edward Crane (Waterbury, 13 de julho de 1928 - Scottsdale, 29 de junho de 1978) foi um ator e comediante estadunidense, conhecido pelo papel do Colonel Robert E. Hogan na série Hogan's Heroes (Guerra, Sombra e Água fresca) de 1965-1971. Em 1970 casou-se com a atriz Sigrid Valdis (Patricia Olson). Bob Crane foi assassinado em 29 de junho de 1978, temática do livro The Murder of Bob Crane (1993) de Robert Graysmith e do filme Auto Focus (2003), realizado por Paul Schrader. (pt)
rdfs:label
  • Bob Crane (en)
  • Bob Crane (de)
  • Bob Crane (es)
  • Bob Crane (fr)
  • Bob Crane (it)
  • Bob Crane (pt)
owl:sameAs
prov:wasDerivedFrom
foaf:depiction
foaf:gender
  • male (en)
foaf:givenName
  • Bob (en)
foaf:homepage
foaf:isPrimaryTopicOf
foaf:name
  • Bob Crane (en)
foaf:surname
  • Crane (en)
is dbo:company of
is dbo:knownFor of
is dbo:spouse of
is dbo:starring of
is dbp:guests of
is foaf:primaryTopic of